Esporte

Após dez anos, Leco deixa JEC/Krona e volta para Jaraguá Futsal

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

São poucos os atletas que conseguem transitar por entre torcidas rivais e serem acolhidos por elas. 

Na região, quem fez isso muito bem foi o fixo Leco. Com passagens pelo Jaraguá Futsal e JEC/Krona, o atleta de 36 anos, de despede do Tricolor após dez temporadas, 523 jogos, 111 gols e oito títulos conquistados. 

O anúncio da saída do jogador foi feito pelo clube na tarde de quarta-feira (16), um dia após a conquista do quinto título estadual.

Leco chegou no clube em 2010, após sair do Jaraguá, maior rival do Joinville. Mas a simpatia e o talento do fixo, fez ele cair da graça do torcedor. 

Gostaria de agradecer de coração ao Joinville Esporte Clube por essas 10 temporadas em que defendi o clube. Foram títulos importantes como a Liga Futsal, duas Taça Brasil, 5 Catarinenses, além das finais e de ter ajudado o JEC a figurar entre os grandes por todo esse tempo. Hoje encerro meu ciclo de consciência tranquila que sempre fui intenso e me dediquei ao extremo, sempre tentando retribuir o carinho da torcida e a forma com que a diretoria sempre me tratou”, disse Leco, que também agradeceu à direção do JEC/Krona.

Nas redes sociais, o aurinegro postou usou o trecho de uma música do Roberto Carlos para instigar os torcedores a adivinhar quem “voltou agora pra ficar”.

A postagem conta, até às 14h11 desta quinta-feira (17), com 1.559 comentários. Alguns com o chute bem certeiro. O time ainda não divulgou quem voltou, mas nossa equipe já conversou com fixo, Leco que confirmou que está voltando para casa. 

Apareceu o convite do Jaraguá no meio de tudo para eu participar de um processo de reestruturação da equipe e eu topei o desafio”, disse o atleta.

O carinho que Leco tem pela cidade e pelo time é muito grande. “Tenho esse sentimento de gratidão. Acho que é o momento de retribuir tudo que essa cidade já me meu”, complementou. 

A decisão de sair do JEC e voltar ao Jaraguá, segundo o jogador, foi pelo fato dele querer estar mais próximo dos filhos e também pela idade. 

Acho que a comissão técnica [do JEC} deseja renovação no plantel e lançar os atletas da base.Também acho por querer fechar o ciclo sem ter o desgaste de um baixo rendimento. Ainda me sinto muito bem pra jogar”, afirmou.


Quer saber das notícias de Guaramirim e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Camila Silveira Rosa

Jornalista e marketeira, apaixonada por boas histórias, cultura e curiosa por natureza

Comentários estão fechados.