Geral

Ciclone provoca estragos em cidades catarinenses nesta terça-feira

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A formação de um ciclone extratropical e a passagem de uma frente fria, provocaram chuva e ventos fortes em Santa Catarina, mobilizando Bombeiros Voluntários e Militares e Defesa Civil. 

Conforme informações da Defesa Civil estadual, estava previsto um ciclone para a região, onde a rajada chegou a mais de 100 km/h. 

A chuva que começou por volta das 16 horas, provocou estragos em diversas residências e empresas, em Guaramirim. O maior número de ocorrências foi registrado no bairro Vila Amizade.

Segundo a Defesa Civil do município, o Grupo de Respostas às Ações Coordenadas (Grac), que conta com a participação dos Bombeiros Voluntários, trabalham no levantamento das informações, além da distribuição de lonas e outros itens para as famílias que foram atingidas. 

Ventos provocaram destelhamentos em Guaramirim (Foto: Divulgação/PMG)

Em Jaraguá do Sul, a prefeitura montou uma estrutura para atendimento das ocorrências na sede dos bombeiros, no Centro. Diversos imóveis no município foram destelhadas e cerca de 24.581 unidades consumidoras ficaram sem luz. 

Queda de árvore em Jaraguá do Sul (Foto: Redes Sociais)

Um dos pontos mais atingidos de Jaraguá, foi a área central, onde portões foram arrancados, árvores caíram sobre a pista e diversas edificações sofreram estragos. A Arena Jaraguá teve parte do telhado danificado com a força do vento.

Na SC-108, na divisa entre Massaranduba e Blumenau, o trânsito ficou em meia pista, pois várias árvores foram derrubadas com a força do vento. 

Queda de árvore na SC-108 (Foto: Tamires Kardauke)

O eternit que cobre o ginásio de esportes, em Massaranduba, teve parte da estrutura danificadas assim como diversas casas no município. Schroeder e Corupá também registraram estragos devido o tempo. 

Ginásio em Massaranduba (Foto: Tamires Kardauke)

Em caso de emergência, ligue 193.

Estragos em Santa Catarina 

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), uma idosa de 78 anos, morreu em Chapecó após ser atingida por uma árvore. Em Santo Amaro da Imperatriz, um homem também morreu após ser atingido por fios de alta tensão. 

Em Tijucas, a Força-Tarefa 13 foi acionada para uma ocorrência de Busca e Resgate em Estrutura Colapsada (BREC), com registro de um óbito, além de uma pessoa que segue desaparecida. 

O levantamento das Coordenadorias Regionais da Defesa Civil, na tarde desta terça-feira, indicava 25 municípios atingidos no estado. 

Falta de luz

A atualização da Celesc no início da noite, às 19h, contabilizou 1,5 milhão de unidades consumidoras sem energia elétrica em toda área de concessão.

No momento, todas equipes, para serviços leves e pesados, estão em campo para restabelecer o sistema. Os prejuízos ainda estão sendo levantados pelas equipes regionais.

Previsão do tempo para quarta-feira (1)

O ciclone extratropical continua atuando no estado nesta quarta-feira (1). Segundo a previsão do tempo da Defesa Civil, mesmo em deslocamento para o oceano, o ciclone ainda dá condições para rajadas de vento fortes, podendo superar os 100 km/h até o final da tarde.

Também persiste a previsão de mar muito agitado e ressaca com ondas que podem superar os quatro metros de altura, entre o Litoral Sul e a Grande Florianópolis. 

Ainda segundo a previsão, após a passagem do ciclone no estado, uma onda de frio passa a atuar derrubando as temperaturas máximas e mínimas até o próximo sábado (4).


Quer saber das notícias de Guaramirim e Região primeiro? CLIQUE AQUIe participe do nosso grupo de WhatsApp!

Camila Silveira Rosa

Jornalista e marketeira, apaixonada por boas histórias, cultura e curiosa por natureza

Comentários estão fechados.