Política

Jorge Eduardo Tasca pede exoneração da secretária de Administração de Santa Catarina

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O secretário da Administração de Santa Catarina, Jorge Eduardo Tasca, pediu nesta segunda-feira (14), exoneração do cargo. A informação foi divulgada através de nota oficial pelo governo do estado.

De acordo com a nota do governo, “durante o período em que esteve à frente da pasta,  foram conquistados avanços significativos na gestão pública, com inovação, digitalização e revisão de contratos, que resultaram em economia na ordem de R$ 360 milhões aos cofres estaduais”.

Dessa forma, o secretário-adjunto da pasta, Luiz Antonio Dacol, assumiu o cargo.

Tasca responde a um processo na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), junto com o governador, Carlos Moisés da Silva (PSL) e a vice-governadora, Daniela Reinehr (sem partido).

Esse ato [da exoneração] tem como objetivo afastar o meu nome desse injusto processo de impeachment a que eu fui submetido e a partir de agora me dedicar integralmente à defesa do governador Moisés e da vice-governadora Daniela”, disse Tasca em vídeo enviado à imprensa.

Impeachment na Alesc 

Está acontecendo neste momento na Alesc, a leitura do parecer final do relatório de impeachment sobre a autorização ou não do processo.

O pedido tem como justificativa uma suspeita de crime de responsabilidade cometido ao ser dado aumento salarial aos procuradores do estado, por meio de decisão administrativa, com o intuito de equiparar o salário deles aos dos procuradores da Alesc. 

O reajuste ocorreu no ano passado. O autor do documento é o defensor público Ralf Zimmer Júnior.


Quer saber das notícias de Guaramirim e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Camila Silveira Rosa

Jornalista e marketeira, apaixonada por boas histórias, cultura e curiosa por natureza

Comentários estão fechados.