Geral
Saúde
Educação
Esporte
Segurança
Política
Economia
Entretenimento
Colunistas
Obituário
Quem Somos Contato
Geral
Saúde
Educação
Esporte
Segurança
Política
Economia
Entretenimento
Colunistas
Obituário

Em Florianópolis, imunização começará com crianças com comorbidades ou que vivem com pessoas de risco – Foto: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil/Divulgação/ND

Data:14/01/2022  Postado por: Redação

SC descarta cerimônia e prioriza ‘agilidade’ na vacinação das crianças contra a Covid-19

Quando Santa Catarina começou a vacinar os adultos há um ano atrás, o Estado preparou uma cerimônia revelando o nome dos três primeiros moradores que receberiam a Coronavac. Mas desta vez, com o início da imunização das crianças de 5 a 11 anos, não haverá evento semelhante.

Isso porque, conforme a Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica), a prioridade no momento é a agilidade da campanha. Em meio a propagação da variante Ômicron e o aumento recorde de casos, o grupo é um dos únicos não imunizado contra a Covid-19

As 39.800 doses pedátricas recebidas nesta sexta-feira (14) já foram encaminhadas para o armazenamento, e serão separadas durante a tarde para depois serem encaminhadas para as regionais de Saúde. Santa Catarina terá primeiras crianças imunizadas simultaneamente.

Entretanto as prefeituras ainda podem inaugurar esta nova etapa com cerimônias municipais. A prefeitura de Florianópolis não tem pretensão de realizar a cerimônia. O objetivo é começar a aplicar as doses o quanto antes.

Na Capital, a imunização dos pequenos começa neste sábado (15) de janeiro. A imunização começará com as crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e/ou deficiência, e crianças de 5 a 11 anos que convivem com pessoas de risco.

Há quatro pontos de vacinação: SEAD/Centro, Antigo Aeroporto, Centro de Eventos da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e o Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira. É necessário levar identidade ou certidão de nascimento, atestado e presença dos pais ou autorização por escrito.

Cerimônia em SP

A primeira criança a ser vacinada contra a Covid-19 no Brasil é um menino de 8 anos. A aplicação foi feita nesta sexta-feira (14), no Estado de São Paulo, no HCFMUSP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo).

Davi Seremramiwe é um garoto indígena do Mato Grosso. Ele vive em São Paulo para realizar tratamento de saúde devido a uma condição  que afeta suas pernas, por isso precisa andar com a ajuda de uma órtese.

“O Davi é a primeira criança brasileira a receber a vacina para imunização contra a Covid-19. É um momento histórico para o Brasil. Praticamente um ano após São Paulo iniciar a vacinação aqui no Hospital das Clínicas”, disse o governador João Doria.

ND

 

PUBLICIDADE

booked.net




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE




Copyright 2020 - Todos os direitos reservados a Guaramirim News.