Geral
Saúde
Educação
Esporte
Segurança
Política
Economia
Entretenimento
Colunistas
Obituário
Quem Somos Contato
Geral
Saúde
Educação
Esporte
Segurança
Política
Economia
Entretenimento
Colunistas
Obituário

Data:24/03/2022  Postado por: Redação

Ministério da Saúde libera 4ª dose da vacina contra a Covid-19 para idosos; veja o prazo

O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (23), a liberação da aplicação da 4ª dose da vacina contra a Covid-19 em idosos acima dos 80 anos. Santa Catarina aguardava definição do governo federal.

Conforme o portal R7, a pasta recomenda que a aplicação deve ser feita quatro meses após a 3ª aplicação. A orientação é que, preferencialmente, seja o imunizante da Pfizer.

As doses da Janssen e AstraZeneca também podem ser utilizadas como alternativa, independentemente da vacina anterior. Apesar disso, o Ministério da Saúde explica que já doses suficientes da farmacêutica norte-americana para cumprir com a nova etapa da campanha de imunização.

A decisão em incluir a quarta dose foi tomada pela CTAI (Câmara Técnica Assessora em Imunizações), que levou em conta a redução da efetividade das vacinas nos idosos.

Os estudos analisados pelos técnicos aponta que já um “envelhecimento natural do sistema imunológico, o que exige uma estratégia diferenciada para a proteção desse grupo”.

Agora, a CTAI estuda a necessidade de ampliação da 4ª dose para as demais faixas etárias. A estratégia já passa por pessoas imunocomprometidas a partir dos 12 anos.

“O Ministério da Saúde acompanha a necessidade da aplicação da segunda dose de reforço em outras faixas etárias e as recomendações podem ser revistas a qualquer momento”, afirmou a pasta.

SC depende de orientação do Ministério da Saúde

Assim como trouxe o ND+ na última terça-feira (22), a SES (Secretaria de Estado da Saúde) informou que aguarda o pronunciamento do órgão para seguir com o que será estabelecido no PNO (Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19).

Conforme a infectologista da Unicamp e consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia, Raquel Stucchi, a partir de quatro meses após a 3ª dose, já há uma diminuição da proteção conferida pela vacina aos idosos. Seis meses seria o prazo máximo para um reforço, segundo a especialista.

Vacinação em SC

De acordo com a plataforma do Vacinômetro SC, atualizada nesta quarta-feira (23), 85,01% da população geral de Santa Catarina já foi vacinada com a primeira dose contra o coronavírus. Ao todo, foram aplicadas 6.165.709 doses.

Além disso, 5,6 milhões de catarinenses completaram o esquema vacina, ou seja, 77,82%. Entre eles, 2,1 milhões já receberam a dose de reforço. Esse número representa 38,46% da população acima de 18 anos e 73,49% com 60 ou mais.

ND

PUBLICIDADE

booked.net




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE




Copyright 2020 - Todos os direitos reservados a Guaramirim News.