Geral
Saúde
Educação
Esporte
Segurança
Política
Economia
Entretenimento
Colunistas
Obituário
Quem Somos Contato
Geral
Saúde
Educação
Esporte
Segurança
Política
Economia
Entretenimento
Colunistas
Obituário

Dionísio Cerqueira descartou caso suspeito de varíola dos macacos em mulher de 27 anos – Foto: Reprodução

Data:13/06/2022  Postado por: Redação

Caso suspeito de varíola dos macacos é descartado em SC

O caso suspeito de varíola dos macacos (monkeypox) que era investigado em Dionísio Cerqueira, no Extremo- Oeste catarinense, foi descartado. Segundo nota da Secretaria Municipal de Saúde divulgada neste domingo (12), o exame deu negativo para a doença.

O caso estava sob investigação desde 26 de maio, quando uma mulher, de 27 anos, procurou atendimento médico em uma Unidade Básica de Saúde do município.

A paciente apresentava  lesões de pele por todo o corpo, acompanhadas de disfagia – que é a dificuldade de engolir alimentos e líquidos. Ela também  contou que sentia dores musculares, diminuição da força física, febre e aumento dos gânglios linfáticos.

A mulher, que já está recuperada dos sintomas, aguardava o resultado dos exames, que haviam sido encaminhados para análise do Lacen/SC (Laboratório Central de Santa Catarina). A Vigilância Epidemiológica do município acompanhava o caso.

Um outro caso suspeito de varíola dos macacos está sendo investigado em Blumenau. O paciente é um homem de 28 anos que mora na cidade e apresentou os primeiros sintomas no dia 30 de maio.

Casos mais recentes no país

O Rio de Janeiro é o Estado mais recente do país que também passou a investigar caso suspeito da doença.

Trata-se de um homem,  de 43 anos, que está com suspeita de varíola dos macacos em  Macaé, desde quarta-feira (8). Ele trabalha em uma plataforma de petróleo na Bacia de Campos e aguarda resultado de exames.

Em São Paulo, dois pacientes já tiveram diagnóstico positivo para a doença.  O primeiro foi confirmado na quinta-feira (9), e o segundo no sábado (11).

Os pacientes têm 29 e 49 anos e ambos possuem históricos recentes de viagens a Portugal e Espanha.

Segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo, “os dois pacientes estão em bom estado e em isolamento, um deles no Instituto de Infectologia Emílio Ribas e o outro em casa, na Capital paulista”.

Varíola dos macacos

Trata-se de uma doença viral transmitida pelo contato com pessoas infectadas ou com lesões na pele. O vírus é transmitido por abraços, beijos, massagens, contato com objetos contaminados ou secreções respiratórias.

Os primeiros sintomas costumam ser febre, dor de cabeça, dores musculares e nas costas, linfonodos inchados, calafrios ou cansaço. Os pacientes também desenvolvem lesões de pele, geralmente na boca, pés, peito, rosto e/ou regiões genitais.

Os pacientes com suspeita ou confirmados devem evitar contato com outras pessoas, para não transmitir a doença. Não há um tratamento específico, mas os quadros costumam ser leves.

ND

 

PUBLICIDADE

booked.net




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE




Copyright 2020 - Todos os direitos reservados a Guaramirim News.