Geral
Saúde
Educação
Esporte
Segurança
Política
Economia
Entretenimento
Colunistas
Obituário
Quem Somos Contato
Geral
Saúde
Educação
Esporte
Segurança
Política
Economia
Entretenimento
Colunistas
Obituário

Data:16/08/2022  Postado por: Redação

Integrantes de facção criminosa são denunciados por tentar matar homem dentro de presídio em SC

A Justiça aceitou a denúncia contra três integrantes de uma facção criminosa, acusados de tentar matar um homem dentro do Presídio Regional de Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina. O crime aconteceu no dia 12 de junho deste ano e, de acordo com a denúncia do Ministério Público, o grupo estava “obedecendo decreto das lideranças da facção criminosa de que fazem parte”.

Eduardo Daniel Rita Rosa, Alisson Fernando Silveira e Daniel Ângelo da Silva serão julgados por tentativa de homicídio qualificado por motivo torpe, impossibilitar a defesa da vítima e crueldade, devido aos repetidos pisões que os três deram na cabeça da vítima.

Segundo a denúncia, os três realizaram uma reunião com integrantes da facção dentro do presídio para “tratar de assuntos ligados à organização”. Após a reunião, Eduardo foi cumprir o “decreto” dado pela facção de matar Izael Freire Barbosa.

Ele teria agarrado a vítima pelas costas e aplicado um golpe de imobilização, o arrastando até um dos banheiros, onde começou a dar chutes e pisões no abdômen e na cabeça de Izael. Depois, Alisson e Daniel também agrediram a vítima com diversos chutes. De acordo com o laudo pericial, Izael sofreu diversas lesões, como edema na face, hematomas no pescoço e próximo ao crânio, fratura de ossos do rosto e inchaço na região do cérebro.

“Os acusados não conseguiram cumprir a ordem de matar a vítima, pois os Policiais Penais conseguiram controlar a situação e prestar os atendimentos necessários à vítima Izael”, ressalta o promotor André Teixeira Milioli.

O motivo torpe, salienta a denúncia do Ministério Público, se dá porque os três tentaram matar a vítima por determinação das lideranças da organização criminosa, além de surpreendê-la, fazendo com que ela não conseguisse se defender das agressões.

“Verificou-se também que durante as investigações policiais a crueldade utilizada pelos denunciados na execução da tentativa de homicídio, pois foram desferidos reiterados pisões contra a cabeça da vítima, o que lhe causou intenso sofrimento físico”, destaca o promotor.

ND

 

PUBLICIDADE

booked.net




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE




Copyright 2020 - Todos os direitos reservados a Guaramirim News.