Esporte

[VÍDEO] “Nos preparamos bem para chegar até agora e acredito que podemos chegar mais longe”, comenta Jorginho sobre a vitória do Juventus em cima do Figueira fora de casa

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

O Moleque Travesso fez história na noite de quarta-feira (29), no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. 

O Figueirense era o favorito para o jogo de volta das quartas de final do Campeonato Catarinense e jogava pelo empate para se classificar. E o Grêmio Esportivo Juventus, precisava vencer com um gol de diferença para levar a disputa para os pênaltis ou dois gols de diferença para se classificar nos 90 minutos. 

Como já era esperado, o Juventus saiu para o jogo e teve uma postura ofensiva, pois precisava reverter o placar do primeiro jogo quando perdeu em casa de 2 a 1. Entretanto, apesar da vitória, o time desperdiçou pelo menos três chances claras de gol. 

O trabalho desde o dia 9 de dezembro era com a intenção disso, de chegar o mais longe possível, dedicando todo o nosso tempo ao trabalho e as condições que pensávamos sempre ter, que era a dificuldade e o amor ao trabalho para vencer. Nos preparamos bem para chegar até agora e acredito que podemos chegar mais longe se o adversário nos permitir”, comenta o técnico Jorginho.

O jogo

O time de Jorginho tocava a bola pé em pé desde o goleiro até o ataque e aproveitou muito o lado esquerdo, principalmente com o lateral Luiz Henrique, que foi destaque no primeiro tempo.

Aos 10 minutos, em uma jogada com Pablo e Denner,  Luiz Henrique aparece na frente do Sidão e chuta, mas a bola bate na rede pelo lado de fora.

O Alvinegro não conseguia exercer o seu poder de mandante e nem da vantagem que tinha sobre o time jaraguaense. O time começou a se encaixar aos 24 minutos, quando Pedro Lucas cabeceou a bola direto para o gol, mas ela passou por cima do goleiro Hudson.  

Aos 27 minutos, o Moleque Travesso tem outra boa chance de abrir o placar no Orlando Scarpelli com Pablo. O atacante girou e bateu a bola para fora. Mas aos 32 minutos, Itinga abre o marcador. O camisa 18 recebe na entrada da pequena área e chuta contra o gol de Sidão. No final do primeiro tempo, Itinga perde outra boa chance de gol ao ficar cara a cara com o goleiro. 

(Foto: Cristiano Andujar/IShoot/Estadão Conteúdo)

No segundo tempo, o Tricolor veio com sede de bola e precisava da vitória para não decidir nos pênaltis. Com um minuto de bola rolando, o volante Allan pega o rebote da bota e manda para o gol, ampliando o placar e obrigando o Alvinegro a sair para o jogo.

Aos 15 minutos, o Figueirense cobra escanteio e na saída errada do Hudson, Alemão diminui o placar. Elyeser pega a sobra e toca para o camisa 4, que cabeceia e marca. Luiz Henrique ainda tenta tirar, mas a redonda passa da linha e o bandeirinha André da da Silveira marca o gol.

Aos 25 o Juventus chutou uma bola na trave. Aos 41 minutos, Marllon faz o terceiro do Juventus diante do Figueirense. O meia aproveita a sobra e manda direto na rede de Sidão. 

(Foto: Divulgação/GE Juventus)

Como o juiz deu cinco de acréscimo e depois mais dois minutos, o Moleque queria garantir a vitória maiúscula. Aos 50 minutos, Marllon fez o quarto gol do Grêmio Esportivo Juventus. 

(Vídeo: Divulgação/GE Juventus)

Próximo adversário 

Agora, o Juventus espera o vencedor entre Brusque e Joinville. A partida acontece nesta quinta-feira (30), às 18 horas, no estádio Augusto Bauer.


Quer saber das notícias de Guaramirim e Região primeiro? CLIQUE AQUIe participe do nosso grupo de WhatsApp!

Camila Silveira Rosa

Jornalista e marketeira, apaixonada por boas histórias, cultura e curiosa por natureza

Comentários estão fechados.