Esporte

Partida entre Figueirense e Avaí termina com confusão e estádio depredado em Florianópolis

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A maior rivalidade do futebol catarinense terminou com cenas lamentáveis, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. 

Figueirense e Avaí se enfrentaram pela quarta rodada do Campeonato Catarinense na tarde deste domingo (2), onde o visitante do jogo venceu o rival por 2 a 0, quebrando a série invicta do Figueira. 

Entretanto, dois torcedores do Figueirense invadiram o gramado antes do fim da partida, dando início a uma confusão generalizada. Houve quebra de acrílicos que cercam o campo e abriga nas arquibancadas. 

Os torcedores invadiram o campo para acertar o volante Bruno Silva do Avaí, que ao ser substituído por Wesley, provou a torcida adversária fazendo gestos com a mão indicando o placar de 2 a 0. 

Torcedor é contido pelo goleiro reserva do Avaí (Foto: Eduardo Valente/ Framephoto/Estadão Conteúdo)

O goleiro reserva do Leão da Ilha, Glédson, conteve um dos invasores. Com o torcedor no chão, Silva tentou dar um chute nele, mas acabou acertando o rosto do companheiro de equipe. 

Jogadores do Avaí seguram Bruno Silva em meio à confusão (Foto: Eduardo Valente/ Framephoto/Estadão Conteúdo)

Ao deixar o gramado, Silva disse que “não provoquei. Futebol está “mimimi”. Eu respeito o Figueirense. Temos apenas que comemorar a nossa vitória”. 

A torcida do Figueira tentou uma nova invasão, mas foram impedidos pelos próprios torcedores, dando início a uma nova briga. O estádio foi depredado com quebra de algumas cadeiras. 

(Foto: Eduardo Valente/ Framephoto/Estadão Conteúdo)

A partida ficou paralizada por 21 minutos. Comissão técnica e jogadores do Avaí pediram término antecipado da partida, mas depois do parecer da Polícia Militar que foi acionada, o árbitro Bráulio da Silva Machado reiniciou o jogo. 

Através de nota, o Figueirense disse que “repudia atos de violência e vandalismo praticados por alguns de seus torcedores”

Veja nota na íntegra 

O Figueirense Futebol Clube vem a público repudiar com veemência os atos de violência e vandalismo praticados por alguns torcedores – uma minoria, que de forma alguma representam a enorme e apaixonada torcida alvinegra -, no clássico deste domingo (02), contra o Avaí, no Estádio Orlando Scarpelli.

As confusões causadas por esses indivíduos, além de gerar um grande prejuízo ao clube, já que houve depredação do nosso próprio patrimônio, podem causar punições ao time no decorrer do Campeonato Catarinense, como perda do mando de campo e multas.

O Figueirense Futebol Clube trabalha para identificar os infratores – tanto os que causaram prejuízos ao patrimônio do clube quanto os que praticaram atos de violência -, e vai colaborar com as autoridades para quaisquer investigações que se façam necessárias. O clube também vai exigir daqueles que depredaram o estádio que custeie os reparos e prejuízos.

Por fim, o Figueirense também repudia as atitudes do atleta do Avaí, Bruno Silva, totalmente antidesportivas, ao provocar de forma hostil os torcedores alvinegros e, durante a confusão, agredir, de forma covarde, o torcedor do Furacão, que já estava imobilizado e não apresentava mais nenhum risco. A invasão praticada pelo torcedor de maneira alguma se justifica, porém é descabido que um atleta profissional de futebol desfira um golpe covarde em um torcedor que se encontra no chão e desprotegido. A reação desproporcional do jogador avaiano certamente colaborou para que a confusão tomasse proporções ainda maiores.

O Figueirense pede às autoridades que tomem as devidas providências, principalmente no âmbito esportivo, já que atitudes como essa em nada acrescentam ao espetáculo que é o futebol, especialmente em um clássico do tamanho de Figueirense e Avaí.

Jogos da rodada 

Além de Figueirense e Avaí, a quarta rodada contou com o empate de 1 a 1, entre Criciúma e Marcílio Dias no estádio Heriberto Hülse. 

O Brusque venceu por 1 a 0 fora de casa, a Chapecoense que é a 8ª colocada na tabela de classificação com 2 pontos. O domingo terminou com a vitória do Jec por 2 a 1 em cima do Concórdia.

Tubarão e Juventus fecham a quarta rodada nesta segunda-feira (3). O jogo será às 20 horas, no estádio Domingos Gonzalez. 

Tabela 

Com o resultado do Brusque, o time jaraguaense que antes estava na segunda colocação com 7 pontos, perdeu uma posição. 

O Brusque é o líder com 9 pontos, seguido do Avaí, Juventus, Figueirense e Marcílio Dias com 7 pontos.


Quer saber das notícias de Guaramirim e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Camila Silveira Rosa

Jornalista e marketeira, apaixonada por boas histórias, cultura e curiosa por natureza

Comentários estão fechados.