Saúde

[VÍDEO] Prefeito de Itajaí anuncia em live a possibilidade de aplicação de ozônio para tratar Covid-19

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Durante uma transmissão ao vivo em uma rede social oficial da prefeitura de Itajaí, o prefeito Volnei Morastoni (MDB), afirmou que existe a possibilidade da cidade adotar a aplicação de ozônio por via retal para tratamento contra Covid-19. A afirmação foi feita na noite de segunda-feira (3). 

É uma aplicação simples, rápida, de dois ou três minutinhos por dia, provavelmente vai ser uma aplicação via retal. É uma aplicação tranquilíssima, rapidíssima de dois minutos com cateter fino, e isso dá um resultado excelente”, disse Morastoni, que também é médico pediatra e homeopata.

De acordo com o prefeito, a pessoa tem que fazer dez sessões seguidas de ozônio. 

Entretanto, a técnica não tem eficácia comprovada contra o coronavírus e o Conselho Federal de Medicina afirma que apesar da técnica ser antiga, ela é considerada experimental e não há evidências científicas que permitam o uso médico no Brasil. 

Segundo Morastoni, trata-se de uma “nova etapa” de ação para o combate ao vírus na cidade, que incluiu a ingestão de cânfora como forma preventiva e para quem já está com a Covid-19. Além disso, ele diz também sobre a continuidade com o medicamento Ivermectina que é antiparasitário e Azitromicina que é antibiótico. 

Mas ambos os medicamentos não tem comprovação científica de eficiência contra o coronavírus, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ainda de acordo com o prefeito, a prefeitura se inscreveu no Conselho Nacional de Pesquisa e Ética (Conep), órgão ligado ao Ministério da Saúde, para conseguiu uma autorização para ter um ambulatório de ozônio com aparelhos e kits necessários para a aplicação.


Quer saber das notícias de Guaramirim e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Camila Silveira Rosa

Jornalista e marketeira, apaixonada por boas histórias, cultura e curiosa por natureza

Comentários estão fechados.