Educação

[VÍDEO] “Queremos que olhem para nossa escolas”, diz diretora de unidade particular de Jaraguá do Sul após seis meses fechada

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

No último fim de semana, cerca de 250 pessoas entre pais de alunos e donos de centro de educação infantil, participaram de uma manifestação pacífica no Centro de Jaraguá do Sul. 

Conforme Elisa Massaia Franzner, diretora geral do grupo Corujinha, o objetivo da manifestação foi reivindicar ao poder público apoio para as escolas particulares do município. 

Fomos muito afetados pelas medidas necessárias ao combate da Covid-19. São mais de seis meses que estamos fechados, sem poder fazer nenhum tipo de atendimento presencial”, destaca. 

Ela lembra, que como o público infantil atendido pelos CEIs é abaixo de quatro anos, não há obrigatoriedade escolar. Dessa forma, várias famílias encerraram os contratos com as escolas, quando perceberam que não havia data para retorno das atividades. 

(Foto: Divulgação)

Já procuramos auxílio e ajudas através dos nossos governantes municipais e até deputados da região, mas não tivemos sucesso”. 

Vinícius Silva Assis, que é empresário e pai de um aluno de três anos, diz que o envolvimento dos pais na manifestação foi fundamental. 

É extremamente importante não apenas os pais, mas também o envolvimento de toda a sociedade, pois não se trata apenas do problema econômico das escolas, mas principalmente da educação e crescimento intelectual dos nossos filhos”, comenta.

Plano de retomada

A diretora da unidade escolar afirma que existe um protocolo sanitário  pronto para a retomada das atividades presenciais, porém será um atendimento optativo e facultativo, onde a criança vai para a escola se família optar por levá-la. 

Antes da pandemia, nós tínhamos muitas crianças e eu me pergunto onde elas estão. Muitas estão em creches irregulares, onde não há nenhum tipo de higienização de combate ao coronavírus, na casa dos avôs que são do grupo de risco. Queremos que olhem para nossa escolas, pois acreditamos ter um ambiente seguro para essas crianças”, salienta. 

Elisa lembra que vários segmentos voltados às crianças já retornaram como o parque Beto Carrero, o Zoológico de Pomerode e espaços de recreação infantil, por exemplo.

Auxílio às escolas de educação infantil 

Na segunda-feira (21), a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), aprovou um requerimento para a realização de uma audiência pública virtual sobre a abertura de linha de crédito subsidiado para as unidades escolares privadas de educação infantil. 

A audiência deve acontecer nesta quinta-feira (24), mas ainda não tem horário definido.


Quer saber das notícias de Guaramirim e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Camila Silveira Rosa

Jornalista e marketeira, apaixonada por boas histórias, cultura e curiosa por natureza

Comentários estão fechados.